Como organizar um plano de aula

Tempo de leitura: 3 minutos

Diariamente necessitamos fazer pequenos planejamentos, como por exemplo ao observarmos o céu nublado, preparamos nosso guarda chuva; se percebemos que o dia se inicia com determinada temperatura, nos organizamos para ele – roupa leve para dias quentes e blusas ou casacos de mangas longas para dias frios; calculamos os horários para chegar a tempo nos compromissos; etc.

No exercício rotineiro do professor uma tarefa importantíssima é a organização de seus planos de aulas. é preciso que o professor registre e não apenas formule mentalmente as idéias de uma aula. O registro permite que ele consiga verificar os caminhos por onde percorreu (ou não), até que ponto conseguiu administrar aquilo que foi organizado para a aula e assim sistematizar a sucessão de cada uma delas.

Com a elaboração de um plano de aula, o professor antecipa suas metas, bem como as possíveis dúvidas dos alunos. É evidente que algumas colocações inusitadas dos alunos poderão surgir e o professor lidará com o improviso. Isto não representa qualquer prejuízo à aula, pelo contrário, poderá identificar novos interesses dentro do tema proposto, automaticamente, maior visibilidade do tema pelo professor, novas aulas, maior criatividade. Enfim, uma aula organizada otimiza a eficácia do processo de aprendizagem.

Existem partes fundamentais num plano de aula. São elas:

A) Identificação: É adequado que se inicie um plano com informações pontuais sobre o perfil da aula. Assim, dados como série, disciplina e duração demonstram os limites da ação do professor.

Série (ou ano): A quem se destina esta aula? Por exemplo – 4º ano do Ensino Fundamental.

Disciplina: Registrar qual a disciplina abarcada pela proposta. No caso de proposta interdisciplinar, relacionar todas as disciplinas envolvidas.

Duração: Quanto tempo se tem para o desenvolvimento da proposta de aula?

B) Objetivo (s): Referem-se a aspectos simples, concretos, habilidades alcançáveis em curto prazo.  Demonstram desempenhos observáveis nos alunos. Seria o equivalente ao professor perguntar-se mentalmente “no final desta aula, os meus alunos serão capazes de…” A meta da aula, o que o professor quer desenvolver no aluno.

C) Conteúdo (s): Conjunto dos temas ou assuntos que serão estudados durante a aula, que está diretamente ligado à (s) disciplina (s) registrada (s) na identificação da aula.

D) Procedimentos didáticos / Estratégias / Metodologias (São sinônimos): São os meios utilizados para facilitar a aprendizagem. De que forma o professor organizará sua aula para que o aluno aprenda? quais atividades? Esta parte, normalmente, é registrada através de tópicos, a fim de otimizar a organização do professor.

E) Avaliação: Deve ser encarada como instrumento de feedback,  de devolutiva para o professor. O importante é que se possa verificar a participação, o envolvimento do aluno na aula. Em uma, duas horas aula, não é possível um registro formal de avaliação, mas sua presença, seu entrosamento na aula, registrados através da observação do professor, podem ser levados em consideração no tocante à avaliação.

F) Observações: Nesse espaço será registrado todas as modificações relevantes, imprevistos, acrescemos, algo que se destacou, que não estava planejado e merece ser registrado.

Dica: ao finalizar a elaboração do plano de aula, é necessária uma nova leitura da proposta, para última verificação: deve-se imaginar, sempre, que outro professor poderá ministrar a aula preparada por você (leia seu plano de aula imaginando que no dia da referida aula você teve qualquer imprevisto e não compareceu à escola; outro professor teve acesso ao seu plano e irá admiti-lo com os alunos). Com esta “preocupação”, você conseguirá “corrigir” aquilo que não está tão adequado, tão específico, o que demonstrará qualidade em sua produção, proporcionando  uma escrita clara, objetiva.

 

Sobre Sabrina Castilhos

Sou Sabrina Castilhos da Silva Branco, Educadora apaixonada por gente e pela sala de aula, que é um espaço que me surpreende, encanta, desafia, ensina e me possibilita exercer a arte de Educar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.